13 passos para a segurança da navegação contra explosão

13 passos para a segurança da navegação contra explosão

Veiculado em Jornal República Búzios ( Janeiro de 2017)

 

Comumente os veranistas e usuários de lancha procuram as cidades turísticas para curtir o verão sendo o período mais propício para o uso de embarcações e a ocasião onde há o aumento de procura por passeios náuticos e consequentemente os maiores e mais graves acidentes.

Recentemente na Cidade de Angra dos Reis – RJ, uma lancha a gasolina explodiu após abastecimento, deixando 01 (uma) vitima fatal e 06 (seis) vitimas graves.

Neste período, devido ao aumento da utilização das embarcações, dedica-se pouco tempo às manutenções. Em geral, a maior parte das Lanchas passam um período muito grande guardadas nas marinas, principalmente na baixa temporada e inverno.

Importante que se entenda que para haver uma explosão, é necessário o ciclo completo de triangulação do fogo, são eles: combustível, comburente e oxigênio. O triângulo do fogo é a representação dos três elementos necessários para iniciar uma combustão. Esses elementos são o combustível que fornece energia para a queima, o comburente que é a substância que reage quimicamente com o combustível e o calor que é necessário para iniciar a reação entre combustível e comburente.

Um dos erros mais comuns e com consequências mais elevadas tem sido de acidentes com explosão, se destacado no uso de embarcações com motores movidos a gasolina. Em grande parte das vezes, a falta da manutenção correta, pela concentração de gases, ocasionam explosões.

É necessário que os usuários deste tipo de embarcação, tomem cuidados especiais e sigam as dicas para evitar explosões:

1 – Ao abastecer, desligue os motores e equipamentos elétricos, a fim de evitar qualquer possibilidade de centelhas elétricas. 

2 – Antes de iniciar o abastecimento, acione novamente os motores e certifique-se que o acionamento dos motores está funcionando perfeitamente. Após desligue e mantenha desligado; 

3 – Abra a tampa que reveste o motor e o tanque a fim de proporcionar a circulação de ar; 

4 – Verifique se o tanque de combustível tem suspiro de eliminação de gases e se este está livre de objetos que impeça a circulação de ar aos arredores; 

5 – Se certifique que o combustível que está sendo utilizado é genuinamente confiável, conforme especificações do fabricante do motor, sem adição de quaisquer elementos que modificam o ponto de fulgor do combustível; 

6 – De maneira alguma acione os motores logo após o abastecimento, espere pelo menos 02 minutos, para que haja tempo dos gases provenientes do abastecimento se expandirem; 

7 – Certifique-se de que o acionamento dos motores estão sendo feitos diretamente nas chaves, sem uso de qualquer dispositivo de “ligação direta”, pois estes causam centelhas e consequentemente explosões; 

8 – Evite abastecer as embarcações carregadas com passageiros e/ou com pessoas sentadas e/oi apoiadas próximo ao compartimento de gasolina e/ou motor; 

9 – Sob hipótese alguma, acenda cigarros e/ou fume em embarcações movidas a gasolina, pois a dissipação dos gases, em alguns casos, pode ser permanente; 

10 – Evite abastecer os tanques com galões, a fim de evitar entrada de ar nos motores, sempre que possível, abasteça em postos de abastecimento apropriados; 

11 – Caso apresente defeitos no momento do acionamento dos motores, não force a barra em sucessivas tentativas, procure um especialista; 

12 – Certifique-se que todos os fios e condutores elétricos expostos, principalmente os que se ligam ao motor de arranque, estejam devidamente isolados e devidamente fixados; 

13 – Certifique-se de que os porões estão secos e que não há fios elétricos expostos a água dentro dos porões, pois estes também são causadores de centelhas. 

Curta o feriado e seus passeios náuticos com segurança, siga as dicas e boa viagem.

AWS Service

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *