6 tipos de Operações de Especiais de Salvamento

6 tipos de Operações de Especiais de Salvamento

1 – Salvamento Offshore
Essas operações especiais abrangem navios encalhados ou naufragados em águas abertas e muitas vezes são muito desafiadoras, pois os navios seriam expostos às ondas do mar e ao clima. O procedimento pode levar meses, pois a hostilidade da natureza pode dificultar o fluxo de trabalho com intervalos frequentes entre os turnos de trabalho para os atributos de marés incomuns ou intempéries.
2 – Salvamento em áreas interiores e portuárias
Isso não é o mesmo que o salvamento offshore, já que é menos desafiador para as operações cobrem navios encalhados ou naufragados em águas abrigadas e são desimpedidos pelas condições naturais, como clima intempestivo ou ondas e correntes. A menos que seja muito necessário limpar a passagem para a navegação, não há muita necessidade de acelerar o processo.
3 – Salvamento de carga
Salvar a carga pode ser mais importante, às vezes, do que salvar o próprio navio, já que a carga a bordo pode representar uma ameaça iminente ao ambiente marinho.
4 – Resgate de equipamentos
Outro foco é a recuperação de componentes de máquinas de grande porte, como motores, turbinas, guindastes e sistemas de acionamento.
5 – Naufrágio de navio
Esta é uma tarefa de baixa prioridade que as operações de salvamento. O objetivo é remover da água de substâncias perigosas ou inestéticas, utilizando o método mais prático e barato possível.
Quando um navio está danificado, mas ainda flutua na água.
6 – Salvamento de embarcação a pique
Quando um navio está danificado, mas ainda flutua na água.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *